Como lucrar e ser sustentável?

Como lucrar e ser sustentável?

Como lucrar e ser sustentável?

Ser sustentável nunca esteve tão em voga quanto hoje em dia. Organizações do mundo todo têm ficado cada vez mais atentas às questões sustentáveis. Elas buscam, acima de tudo, formas de transparecer esse posicionamento ao público. Mas, você deve estar se perguntando: “o que significa ser sustentável no mundo de hoje?”. Nós da Ética Ambiental vamos te dar um ajudinha!

O que faz uma empresa ser sustentável?

Grande parcela do público acredita que para uma empresa ser sustentável basta que ela cresça sem que agrida ao meio ambiente. Contudo, para uma empresa ser sustentável, de fato, é necessário que ela empregue a sustentabilidade em toda a sua estrutura, em toda a sua cadeia produtiva: do papel reciclado para anotações ao destino que é dado ao lixo.

Além de estar em completa harmonia com o meio ambiente, a organização deve transparecer credibilidade para o público e para os fornecedores. É imprescindível que a organização passe confiança e veracidade a todas essas instâncias.

Consequências da adoção da sustentabilidade

Aderir às práticas sustentáveis não significa que a empresa deixará de lucrar e que se recuará diante da concorrência. Ser sustentável tem a ver com visão de mundo da organização. Por mais que o negócio seja de atuação local ou de pequeno porte, é necessário ter em mente que a empresa influencia a vida de muitas pessoas. A instituição que sabe se programar para um momento de crise, consequentemente, terá mais chances de se fortalecer frente a diferentes cenários negativos.

Principais vantagens de uma empresa ser sustentável

Credibilidade – a imagem transmitida ao público ganha status positivo quando a empresa consegue comunicar que ser sustentável é algo benéfico a sociedade como um todo. Pode não ser tarefa fácil, mas, a partir desse ponto, a organização será alvo de predileção e de admiração do público;

Redução de perdas – dentre as definições de ser sustentável, incluem-se mecanismos de reaproveitamento de matéria-prima. Empresas costumam jogar fora a matéria bruta utilizada na produção. Mas hoje em dia essa atitude é possível de ser evitada, pois existem mecanismos de reaproveitamento e de reciclagem. Dessa forma, torna-se possível economizar na compra de novos recursos. Além disso, uma série de critérios ligados ao reaproveitamento da água e à economia de energia contribuem para redução das despesas da empresa.

Comunicação interna – é fundamental que todo o grupo de funcionários da empresa seja conscientizado sobre as questões ambientais. Questões relacionadas às possíveis mudanças estruturais e às vantagens da empresa ser sustentável devem ser discutidas em reuniões. É fundamental despertar na equipe de funcionários a identificação com a propostas de serviços ambientais.

Posicionamento de mercado – não se pode negar que empresas que trabalham com sustentabilidade acabam atraindo olhares positivos. Investidores interessam-se por organizações que são atentas às questões sociais e ambientais.

A gestão ambiental, quando bem empregada, oferece excelentes frutos à organização. Nós da Ética Ambiental disponibilizamos consultoria ambiental e ajudamos a estruturar a gestão ambiental nas empresas. Ficou interessado? Entre em contato com a nossa equipe e descubra mais!

Agência Digital no RJ Ética Ambiental © Todos os direitos reservados.
Fechar
× Solicite o seu orçamento